Escrevo porque não digo...
O que sinto, calo.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Carinhos Explícitos


Quando meus olhos,
Fixos nos finos traços do teu rosto moreno,
São fitados pelos teus, negros, lindos,
Não me desconserto...
Concreto, concentro ali minha alma
E exploro todos, todos os ângulos que me permitem admirar-te.

2 comentários:

Anônimo disse...

Simplesmente lindo!

Rodrigo Passos disse...

sentir é maravilhoso!!! parabéns!!